Cinco filmes para pensar a liberdade de expressão humorística

Visualizações: 69

Autores

  • Dr. João Paulo Capelotti Universidade Federal do Paraná - UFPR - Curitiba/PR

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.10081157

Palavras-chave:

humor, cinema, liberdade de expressão, reflexão

Resumo

A liberdade de expressão humorística já foi abordada pelo cinema em diversas perspectivas. Indicam-se, como subsídios para discussões a respeito, as obras Lenny (1974), O povo contra Larry Flynt (1996), No (2012), Marguerite (2015) e Chocolate (2016).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dr. João Paulo Capelotti, Universidade Federal do Paraná - UFPR - Curitiba/PR

Doutor e mestre em Direito das Relações Sociais no Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba/PR. Graduado em Direito pela Faculdade de História, Direito e Serviço Social da Universidade Estadual Paulista (UNESP), campus de Franca/SP. Sócio da Tomasetti Jr. & Xavier Leonardo Sociedade de Advogados. Membro da International Society for Humor Studies (ISHS) e da International Society for Luso-Hispanic Humor Studies (ISLHHS). Membro do Núcleo de Direito Privado Comparado da UFPR, sob coordenação do Prof. Dr. Rodrigo Xavier Leonardo; do Grupo de Estudos em História Cultural do Humor, vinculado à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP), sob coordenação do Prof. Dr. Elias Thomé Saliba; e do Grupo de Estudos em Direito Autoral e Industrial (GEDAI), coordenado pelo Prof. Dr. Marcos Wachowicz, da UFPR. Colunista da plataforma Dissenso.org. 

Referências

CAPELOTTI, João Paulo. O humor e os limites da liberdade de expressão: teoria e jurisprudência. São Paulo: Dialética, 2022.

CASTRO NEVES, José Roberto de (org.). Os advogados vão ao cinema: 39 ensaios sobre justiça e direito em filmes inesquecíveis. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2019.

CHOCOLATE. Direção: Roschdy Zem. Produção: Mandarin Films, Gaumont, M6 Films. França: Blitz, Gaumont e California Filmes. 119 min.

LENNY. Direção: Bob Fosse. Produção: Marvin Worth Productions e Tribe Entertainment Group. Estados Unidos: United Artists, 1974. 111 min.

MARGUERITE. Direção: Xavier Giannoli. Produção: Fidélité Films. França: Encripta, 2015. 129 min.

NO. Direção: Pablo Larraín. Produção: Participant, Funny Balloons, Fabula. Chile: Sony Pictures, 2012. 118 min.

O POVO CONTRA LARRY FLYNT. Direção: Milos Forman. Produção: Columbia Pictures, Filmhaus, Illusion Entertainment. Estados Unidos: Columbia Pictures, Sony Releases e Columbia TriStar Films, 1996. 140 min.

Downloads

Publicado

12.12.2023

Como Citar

Paulo Capelotti, J. (2023). Cinco filmes para pensar a liberdade de expressão humorística. Revista Bindi: Cultura, Democracia E Direito, 2(3), e2320234. https://doi.org/10.5281/zenodo.10081157