Sobre a Revista

FOCO E ESCOPO

A Revista Bindi: cultura, democracia e direito é uma publicação acadêmica vinculada ao Instituto Norberto Bobbio (INB). Sua missão é a difusão de trabalhos voltados à problematização e discussão da atualidade do pensamento de Norberto Bobbio, notadamente nas áreas de filosofia do direito, sociologia do direito e ciência política. A Revista recebe e publica trabalhos em português, inglês, alemão, espanhol e italiano.

Nome: Revista Bindi: Cultura, Democracia e Direito

Responsável: Instituto Norberto Bobbio

Formato: digital e impresso

Ano de criação: 2022

Periodicidade: semestral

Publicação: fluxo contínuo

Recebimento de manuscritos: fluxo contínuo e editais especiais

ISSN: 2764-9210

Qualis: não possui

Idiomas: português, inglês, espanhol, alemão e italiano.

 

MISSÃO

A Revista Bind cultura, democracia e direito tem como missão fomentar a produção acadêmica e a difusão do conhecimento sobre a obra e pensamento do Norberto Bobbio e assuntos concernentes às suas linhas de pesquisa: cultura, democracia e direito

 

AVALIAÇÃO POR PARES

O processo de avaliação por pares é aderente às normas e orientações nacionais e internacionais, em especial às diretrizes e recomendações do Committee on Publication Ethics (COPE) e da Comissão de Integridade de Pesquisa do CNPQ. Em caso de dúvidas sobre a admissibilidade da submissão à Revista Bindi, são aceitos questionamentos pré-submissão, por meio do e-mail: willians@inb.org.br

Os manuscritos são avaliados pela Equipe Editorial quanto à adequação do perfil e à linha editorial do periódico (desk review) e por avaliadores ad hoc externos quanto ao conteúdo e qualidade das contribuições, através da revisão por pares em duplo anonimato (double blind peer review)

  1. a) CONTROLE PRELIMINAR (DESK REVIEW) – 30 DIAS

O Editor-Chefe fará a revisão preliminar (desk review) do artigo submetido à Revista Bindi: Cultura, Democracia e Direito, de modo a verificar se ele atende aos padrões éticos e requisitos mínimos de submissão exigidos pela revista.

Em tal momento, verificar-se-á se o artigo foi submetido sem informações que possam revelar a sua autoria e realizar-se-á o controle de plágio, por meio de um software antiplágio, e a avaliação dos aspectos formais do artigo, conforme as diretrizes aos autores, analisando-se os seguintes aspectos:

1 - O trabalho obedece às normas de publicação da Revista Bindi?

2 - O trabalho é compatível com a linha editorial do periódico?

3 - O trabalho apresenta linguagem adequada e científica, sem erros excessivos?

4 - O trabalho é inédito?

5 - A temática abordada é atual e/ou relevante?

6 - O artigo utiliza referências bibliográficas atualizadas e de autores nacionais e estrangeiros representativos na temática abordada?

Se for observado durante o processo de desk review que o artigo não cumpre com algum dos requisitos formais exigidos pela Revista Bindi para submissão, será encaminhado relatório ao(s) autor(es) para que corrija(m) as observações no prazo de 15 (quinze) dias.

Caso verifique que o prazo é curto para realizar as modificações requeridas, o(s) autor(es) poderá(ão) requerer a sua prorrogação via e-mail ou pelo sistema OJS. Caso o(s) autor(es) mantenha(m)-se inerte(s), o artigo será rejeitado.

Se for constatada qualquer irregularidade que possam constituir violação às normas éticas acadêmicas ou editoriais, ou se ficar comprovado que o artigo submetido não é original e inédito, o artigo será rejeitado. Se discordar dos motivos, o(s) autor(es) poderá(ão) solicitar reexame pelo Editor-Chefe do periódico, que decidirá juntamente com a equipe editorial. Se houver rejeição preliminar, o artigo poderá ser submetido novamente à Revista Bindi, desde que mantido o ineditismo e corrigidas as deficiências indicadas.

 

  1. b) CONTROLE POR PARES (DOUBLE BLIND PEER REVIEW) – 3 MESES

Concluída satisfatoriamente a etapa de desk review, será iniciado o processo de revisão por pares acadêmicos, sob o sistema double blind peer review. Nesta fase, o artigo será enviado a dois pareceristas anônimos da revista, especialistas na temática do artigo submetido, exógenos à instituição editora, e de titulação equivalente ou superior à do autor (a) para que, no prazo de 15 (quinze) dias, emitam parecer crítico sobre a forma e conteúdo do artigo avaliado, a fim de colaborarem com o Editor-Chefe na tomada de decisão sobre o atendimento do artigo aos padrões de qualidade acadêmica necessários para sua publicação, atentando-se aos seguintes critérios:

1 - A temática é relevante para defesa da concorrência?

2 – O título expressa bem o conteúdo do artigo?

3 - O resumo sintetiza o trabalho e apresenta o objetivo, o método, o problema investigado, os resultados e as principais conclusões?

4 - As palavras chaves representam bem o conteúdo?

5 - A introdução descreve o problema sob investigação e apresenta pesquisa bibliográfica clássica e moderna para contextualização da temática?

6 - Os objetivos estão claramente descritos e são apropriados?

7 - A metodologia utilizada é adequada? O artigo esclarece suficientemente suas opções metodológicas? Se houver pesquisa empírica, há a descrição precisa de sua metodologia e delimitações?

8 - As conclusões são claras, sustentadas por evidências e se relacionam aos objetivos iniciais da pesquisa?

9 - O artigo apresenta as referências doutrinárias fundamentais do tema abordado, com bibliografia atualizada e suficiente?

10 - O manuscrito tem originalidade e é inovador em sua área de estudo?

Os pareceristas assumem o compromisso, a cada submissão recebida, de que desconhecem o (s) autor(es) da submissão, não possuem conflitos de interesses (pessoais, comerciais, partidários, ideológicos, acadêmicos ou econômico-financeiros com o objeto da submissão), possuem tempo hábil para a entrega do parecer e são qualificados para emitir o parecer sobre o objeto de estudo da submissão.

Os avaliadores emitirão pareceres sobre o artigo, cujos possíveis resultados são:

1 - Aceitar

2 - Correções necessárias

3 - Submeter novamente para avaliação

4 – Rejeitar

Se as recomendações não forem coincidentes, de forma que um parecerista recomende a publicação do artigo e o outro a rejeite, o Editor-Chefe poderá encaminhará o artigo para um terceiro avaliador para emitir parecer sobre o mérito acadêmico do artigo ou também poderá fazer um terceiro parecer final com a decisão editorial.

Ao receber os dois pareceres exigidos, ou a opinião do terceiro avaliador, quando for necessário, o Editor-Chefe decidirá pela publicação, solicitação de correção ou rejeição do artigo. Em todos os casos, a decisão editorial e as avaliações serão enviadas por e-mail ao (s) autor (es). Em caso de discordância da decisão tomada pelo Editor-Chefe, o (s) autor (es) poderá (ão) requerer, via e-mail, o reexame da decisão, de forma fundamentada.

  1. c) RODADA DE CORREÇÕES

No caso de aprovação com correções obrigatórias, o (s) autor (es) terá(ão) o prazo de 20 (vinte) dias para realizar as mudanças necessárias. Caso haja a necessidade de tempo superior, o(s) autor(es) deverá(ão) comunicar à Revista Bindi:, pelos sistema OJS ou por e-mail, o tempo que entende(m) ser necessário para realizar as correções necessárias.

O(s) autor(es) deverá(ão) apresentar resposta motivada (carta resposta), especificando as correções realizadas, as sugestões atendidas e fundamentando eventuais recusas de modo preciso e científico, sem omitir qualquer apontamento dos pareceristas.

Se o(s) autor(es) discordar(em) de qualquer observação e desejar(em) entrar em diálogo acadêmico com os revisores, o Editor-Chefe atuará como intermediário, garantindo sempre a confidencialidade dos participantes.

Em caso de desacordo intransponível, o Editor-Chefe adotará a decisão final levando em consideração os argumentos apresentados.

O (s) autor(es) enviará(ão) à revista, através do portal OJS da Revista Bindi:, nova versão do artigo com as modificações solicitadas pelos Avaliadores em arquivo dotado de mecanismo de alteração controlada, de modo que a Equipe Editorial possa visualizar os trechos onde foram feitas mudanças.

Ultrapassado o prazo de 20 (vinte) dias sem que o(s) autor(es) retorne(m) com as correções requeridas, entender-se-á que o(s) autor(es) desistiu(ram) de prosseguir com a publicação do artigo e este será rejeitado.

A partir do arquivo revisado (com as alterações controladas) e a carta resposta motivada do autor, o editor tomará a decisão final sobre a publicação ou rejeição do artigo.

  1. d) PUBLICAÇÃO – 30 DIAS

Após o envio da versão atualizada do artigo, com as modificações requeridas pelos pareceristas, o artigo será enviado para publicação.

TAXA PARA SUBMISSÃO E ACEITAÇÃO DE TEXTOS (APC)

A Revista Bindi: não cobra quaisquer taxas para submissão, revisão, publicação, distribuição ou download de seus artigos.

IDIOMAS ACEITOS PARA PUBLICAÇÃO

A Revista Bindi aceita artigos científicos, artigos de revisão, ensaios, entrevistas e resenhas críticas em português, inglês, espanhol, italiano e alemão.

PERIODICIDADE

A Revista Bindi: Cultura, Democracia e Direito possui a periodicidade semestral.

DETECÇÃO DE PLÁGIO

A Revista Bindi faz o uso do Plagius, um software antiplágio oferece aos editores a comparação de similaridade de conteúdo científico.

POLÍTICA DE DIREITO AUTORAL

Os direitos autorais dos artigos publicados são do (s) autor(es), com direitos do periódico sobre a primeira publicação, impressa e/ou digital.

O (s) autor es) somente poderá(ão) utilizar os mesmos resultados em outras publicações indicando claramente a Revista Bindi como o meio da publicação original. Se não houver tal indicação, considerar-se-á situação de autoplágio.

A reprodução, total ou parcial, dos artigos aqui publicados fica sujeita à expressa menção da procedência de sua publicação neste periódico, citando-se o volume e o número dessa publicação, além do link DOI para referência cruzada. Para efeitos legais, deve ser consignada a fonte de publicação original.

Por se tratar de periódico de acesso aberto, permite-se o uso gratuito dos artigos em aplicações educacionais e científicas desde que citada a fonte, conforme a licença Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Creative Commons License

 

POLÍTICA DE ACESSO ABERTO

A Revista Bindi adota a declaração da Budapest Open Access Initiative (BOAI) e confere acesso aberto, gratuito e imediato a todo o conteúdo publicado. Os usuários podem ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou vincular os textos completos dos artigos, ou usá-los para qualquer outra finalidade legal, sem solicitar permissão prévia do editor ou do autor, desde que respeitem a licença Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0) utilizada pelo periódico.

 

POLÍTICA DE AUTOARQUIVAMENTO

Além de autorizar o arquivamento público dos artigos submetidos em versões pré (pre-print) e pós (post-print) controle por pares, permite-se integralmente o arquivamento do PDF final publicado, em qualquer servidor de acesso aberto, indexador, repositório ou site pessoal, como Academia.edu e ResearchGate.

 

LICENÇA CREATIVE COMMONS

Os artigos publicados na Revista Bindi estão licenciados sob a Licença Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Creative Commons License

 

FINANCIAMENTO

A Revista Bindi é financiada pelo Instituto Norberto Bobbio

 

POLÍTICA DE PUBLICIDADE

A Revista Bindi não realiza a publicação de conteúdo comercial em seu site. O conteúdo editorial não é comprometido por interesses comerciais ou financeiros, ou por quaisquer acordos específicos com clientes ou patrocinadores de publicidade.