Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF?
  • Onde disponível, os URLs para as referências foram fornecidos?
  • O texto está com fonte 12, Times New Roman, espaçamento de 1,5; as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos?
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • O texto possui folha de rosto com titulo, título em inglês, autoria, qualificação, endereços de e-mail, lattes, ORCID?
  • O trabalho tem, no máximo, três autores? Em casos de pesquisas empíricas e/ou de complexidade ímpar, que necessitem de mais colaboradores, deve-se justificar em notas de rodapé, explicando tal situação e indicando concretamente a contribuição de cada autor
  • O artigo utiliza referências atualizadas e de autores nacionais e estrangeiros representativos na temática abordada?
  • URLs e DOIs das referências foram informadas na lista ao final do artigo, quando possível?

Diretrizes para Autores

Regras gerais: Autores de submissões originais deverão apresentar um relato preciso da pesquisa realizada, bem como uma análise objetiva de seu significado. Dados subjacentes devem ser apresentados com precisão no texto. Um documento deve conter detalhes e referências suficientes para permitir que outros possam replicar a pesquisa. Declarações fraudulentas ou intencionalmente imprecisas constituem um comportamento antiético e são inaceitáveis.

Originalidade e plágio: Os autores devem garantir que suas obras sejam totalmente originais e, se os autores usaram a pesquisa, palavras ou expressões de outros autores, estas devem ter sido devidamente citadas e referenciadas. Plágio em todas as suas formas constitui um comportamento de publicação antiético e inaceitável.

Publicações múltiplas, redundantes ou concorrentes: Um autor não deve, em geral, publicar manuscritos que descrevam essencialmente a mesma pesquisa em mais de um periódico que exija originalidade. Submeter o mesmo manuscrito a mais de um periódico simultaneamente, ou publicar a mesma pesquisa em diferentes periódicos, constitui um comportamento de publicação antiético e inaceitável.

Identificação de fontes bibliográficas: O reconhecimento adequado da pesquisa de terceiros deve sempre ser feito. Os autores devem citar as publicações que influenciaram na determinação da natureza do trabalho relatado. As informações obtidas em caráter privado, como em conversas informais, correspondências ou discussões com terceiros, não devem ser utilizadas ou relatadas sem permissão explícita e por escrito da fonte. As informações obtidas no curso de atividades confidenciais, como submissões para avaliação ou projetos de financiamento, não devem ser utilizadas sem a autorização explícita e por escrito do autor do trabalho envolvido nessas atividades.

Autoria: A autoria deve ser atribuída àqueles que contribuíram significativamente para a concepção, projeto, execução ou interpretação do estudo relatado. Todos aqueles que fizeram contribuições significativas devem ser listados como coautores. Pessoas que tenham participado de aspectos substantivos do projeto de pesquisa também devem ser reconhecidas ou listadas como contribuidores ou colaboradores. O autor principal deve se assegurar de que somente os coautores adequados estejam incluídos no artigo, e de que todos os coautores leram e aprovaram a versão final do documento e concordaram em sua submissão à Revista Bindi.

Divulgação e conflitos de interesses: Todos os autores devem divulgar em seus manuscritos qualquer conflito de interesse financeiro ou de outra natureza que poderia levar a influenciar os resultados ou as interpretações em suas submissões. Todas as fontes de apoio financeiro para o projeto devem ser divulgadas.

Revisão por pares: Os autores devem estar disponíveis para cooperar, respondendo às solicitações da Equipe Editorial sobre as etapas da tramitação editorial, respondendo ponto a ponto e em tempo hábil aos comentários/sugestões/correções da revisão por pares, devolvendo o material para a Revista Bindi dentro do prazo estabelecido. Além disso, os autores devem responder prontamente aos esclarecimentos e aprovação de etapas de revisão de língua e diagramação, autorizações de direitos autorais etc.

Erros fundamentais em artigos publicados: Quando um autor descobre um erro significativo ou imprecisão no seu próprio artigo publicado, é obrigação do autor notificar imediatamente os editores da Revista Bindi ou a instituição e cooperar com os editores para retratar ou corrigir o artigo.

DEVERES DA ENTIDADE PUBLICADORA

Gerenciamento do comportamento antiético da publicação: Em casos de má conduta científica alegada ou comprovada, publicação fraudulenta ou plágio, a instituição editora, isto é, o Instituto Norberto Bobbio, em estreita colaboração com a Equipe Editorial, tomará todas as medidas apropriadas para esclarecer a situação. Isso inclui a publicação imediata de uma errata, de esclarecimento ou, no caso mais sério, de retratação do trabalho afetado. A instituição editora, juntamente com a Equipe Editorial, tomará medidas cabíveis para identificar e impedir a publicação de material com má conduta na pesquisa e, em nenhum caso, encorajará tal conduta ou conscientemente permitirá que essa conduta ocorra.

Acesso ao conteúdo da revista: A Revista Bind oferece acesso imediato e gratuito ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que a disponibilidade gratuita de conhecimento científico proporciona maior democratização do conhecimento. Os usuários podem ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou vincular os textos completos dos artigos, ou usá-los para qualquer outra finalidade legal, sem solicitar permissão prévia do editor ou do autor, desde que respeitem a licença Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0) utilizada pelo periódico. Os autores podem publicar os materiais novamente em outros lugares, desde que a Equipe Editorial seja informada, e somente a partir do momento em que o material estiver disponível no sítio eletrônico da Revista Bindi e com referência à publicação original em nota de rodapé.

REGRAS PARA SUBMISSÃO

Os artigos, resenhas e entrevistas submetidos à Revista Bindi (RB) devem ser inéditos e não podem estar sob avaliação em outro periódico.Os manuscritos deverão versar sobre a linha editorial do periódico e deverão ser encaminhados através da plataforma OJS da revista.

Os autores/as podem enviar manuscritos a qualquer momento, sem a necessidade de realizarem o pagamento de quaisquer tipos de taxa de submissão ou de editoração dos artigos. As opiniões emitidas e a integridade do conteúdo dos artigos são de absoluta responsabilidade de seus autores/as.

  • Não são considerados inéditos os textos: divulgados na internet (salvo se depositados em servidores certificados de preprint e postprint); já publicados no exterior (ainda que em outro idioma); publicados em outras revistas, livros ou coletâneas. 
  • Serão considerados inéditos: trabalhos publicados anteriormente em anais de eventos científicos, desde que apresentem efetivos aprimoramentos em razão de debates e estudos posteriores (identificar tais modificações à equipe editorial nos comentários da submissão); as teses e dissertações divulgadas em sistemas online de referência das Universidades por obrigação regimental.

Os textos devem ser escritos em português, inglês, espanhol, italiano e alemão.

FORMATO PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS

Os(as) autores(as) deverá(ão) enviar folha de rosto no artigo contendo as seguintes informações:

- Título do artigo, subtítulo, se houver;

- Título em inglês; 

- Nome do/a autor/a; qualificação; ORCID;  Link do Currículo Lattes; e-mail

- Resumo; palavras chave (inglês/português)  

- Palavras-chave: de 4 a 6 palavras-chaves separadas por ponto e vírgula e finalizadas por ponto. Devem ser grafadas com as iniciais em letra minúscula, com exceção dos substantivos próprios e nomes científicos.

- Contexto (facultativo): Contextualizar o problema/objeto de pesquisa.

- Objetivo: Indicar o objetivo do trabalho, ou seja, o que os(as) autores(as) pretende(m) demonstrar ou descrever.

- Método: Indicar o método científico empregado na condução do estudo.

- Conclusões: Indicar sucintamente as principais conclusões do trabalho.

- Identificação do(as) autor(es/as): nome completo, titulação, instituição à qual está ligado, link para o currículo Lattes, ORCID, endereço para correspondência, telefone e e-mail.

OBS: toda identificação de autoria deve ser incluída somente na folha de rosto, todos os demais campos do texto devem estar sem qualquer dado que permita a identificação dos autores(as).

Autoria: Todas as pessoas que contribuíram para a pesquisa devem ser indicadas. Cada autor deve ter participado suficientemente do trabalho para poder assumir publicamente a responsabilidade pelo seu conteúdo. Sua participação deve incluir: a) a concepção ou delineamento ou ainda análise e interpretação dos dados, ou ambos; b) redação do manuscrito ou sua revisão, quando inclua critica intelectual importante de seu conteúdo; c) aprovação final da versão a ser publicada. A simples participação na coleta de dados não justifica autoria.
 
Coautoria: Quando se tratar da publicação de resultados obtidos por meio de pesquisa coletiva, é preciso certificar se da contribuição intelectual direta e efetiva e do consentimento de todos os colaboradores. A cessão de recursos financeiros e de infraestrutura não é indicação de coautoria da versão a ser publicada. A simples participação na coleta de dados não justifica autoria.

- Informações sobre financiamento ou benefícios recebidos, bem como eventuais conflitos de interesses e agradecimentos.

- Editor de texto: Microsoft Word.

- Papel: A4.

- Número de páginas: mínimo de 10 e máximo de 40;

- Margens: superior e esquerda de 3cm, inferior e direita de 2cm.

- Referências: Somente devem ser referenciadas as obras efetivamente citadas durante o texto. As referências devem ser formatadas de acordo com a ABNT 6023/2018 e serem alinhadas à esquerda, espaçamento simples, fonte Times New Roman, tamanho 12. Deve haver um espaço simples entre cada referência. As referências devem estar ordenadas alfabeticamente. A partir da alteração da NBR 6023 em 2018 não se usa mais < > para links da internet. Não se deve usar travessão para indicar obras de mesma autoria.

LIVRO - SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo. Local: editora, data.

CAPÍTULO DE LIVRO - SOBRENOME, Nome do autor do capítulo. Título do capítulo. In: SOBRENOME, Nome do autor do livro. Título do livro. Local: editora, data.

ARTIGO DE REVISTA - SOBRENOME, Nome. Título do artigo. Nome da Revista, local, v. X, n. Y, p. W-Z, data.

LEGISLAÇÃO - JURISDIÇÃO. Lei/Decreto/Emenda/Medida Provisória. Ementa. Local: instituição responsável pela publicação, data.

Todos os materiais retirados da internet devem estar com os links ativados, ou seja, devem estar prontos para serem clicados e levados diretamente para o local onde o documento se encontra.

Notas explicativas

As notas explicativas devem ser reduzidas ao mínimo necessário e apresentadas no rodapé das páginas.

Tabelas, quadros e fórmulas

Tabelas e quadros deverão estar no formato de texto e não como figura; Os arquivos que contiverem fórmulas deverão ser acompanhados de demonstrações ao final do artigo para que os pareceristas possam analisar melhor os resultados apresentados;

DETECÇÃO DE PLÁGIO

A Revista Bindi (RB) faz o uso do software antiplágio Plágius.

PRAZOS MÉDIOS DE AVALIAÇÃO E DE PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS

Os autores que desejarem enviar artigos para a Revista Bindi (RB) deverão estar cientes de que:

  • O prazo médio de realização do desk reviewdo artigo pela Equipe Editorial é de 30 dias;
  • O prazo médio de avaliação dos artigos pelos pareceristas (double blind peer review) é de 120 dias;
  • O prazo médio para publicação do artigo é de 30 dias, após a sua aprovação.

Somente quando os prazos acima tiverem sido ultrapassados é que responderemos os e-mails de consulta sobre o andamento da avaliação.

COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA

Artigos que envolvem pesquisa com seres humanos ou animais devem obedecer aos padrões éticos exigidos pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa/Conselho Nacional de Saúde/Ministério da Saúde (CONEP/CNS/MS). As pesquisas que envolvem seres humanos devem atender às normas da Resolução 466/2012 e da Resolução 510/2016 do Conselho Nacional de Saúde - CNS, ou órgão equivalente no país de origem da pesquisa.

PROCESSO DE ANÁLISE DE INFRAÇÕES ÀS DIRETRIZES DE INTEGRIDADE CIENTÍFICA

A Revista BIND tem como principal objetivo a produção de conhecimento científico consistente, a partir de um processo editorial de controle, avaliação e revisão dos trabalhos guiado por parâmetros de cientificidade e integridade em conformidade com órgãos e instituições nacionais e internacionais relacionados à editoração científica.

Nesse sentido, as diretrizes dos seguintes órgãos são utilizadas como guias do processo editorial:

  1. a) RECEBIMENTO DA DENÚNCIA

Qualquer pessoa pode, a qualquer momento, enviar denúncias de atos que violem as diretrizes de integridade científica estabelecidas para o e-mail willians@inb.org.br 

As denúncias e suspeitas de atos que violem as diretrizes de integridade científica serão recebidas pela equipe editorial da Revista Bind que investigará os fatos descritos.

  1. b) CONTRADITÓRIO E AMPLA DEFESA

Verificando-se que os fatos descritos na denúncia são inverossímeis, ou que não se trata de ato que viole as diretrizes de integridade científica, a denúncia será arquivada.

Caso contrário, verificando-se a veracidade dos fatos descritos na denúncia e se tratar de ato que viole as diretrizes de integridade científica, o (s) autor (es) será (ão) cientificado (s) para que, no prazo de 20 (vinte) dias, preste (m) as informações necessárias e formule(m) sua defesa.

Caso verifique (m) que o prazo é curto para prestar (em) as informações necessárias, o (s) autor (es) poderá (ão) requerer a sua prorrogação via e-mail, informando o tempo necessário para formulação da defesa.

  1. c) JULGAMENTO

Recebida a defesa do (s) autor (es), o Editor-Chefe julgará a denúncia de violação às diretrizes de integridade científica no prazo de 30 (trinta) dias.

Em todos os casos, a decisão será enviada por e-mail ao (s) autor (es).

Em caso de discordância da decisão tomada pelo Editor-Chefe, o (s) autor (es) poderá (ão) requerer, via e-mail, o reexame da decisão, de forma fundamentada.

  1. d) PUNIÇÕES

Constatada a violação às diretrizes de integridade científica, o Editor-Chefe poderá aplicar as seguintes sanções ao (s) autor (es), de forma isolada ou cumulativamente:

  • Comunicação em tom instrutivo sobre a questão;
  • Advertência sobre a conduta;
  • Publicação de notícia ou editorial sobre a questão;
  • Comunicação formal do fato para a instituição de origem ou para agência de fomento;
  • Suspensão ou exclusão do avaliador ou editor;
  • Retratação formal do artigo publicado (ver Guia de Retrações Scielo);
  • Interdição de novas submissões por determinado período;
  • Comunicação formal do caso para as autoridades competentes à investigação

POLÍTICA DE INCLUSÃO E DIVERSIDADE

A Revista Bindi (RB) incentiva a utilização de linguagem inclusiva na redação dos artigos científicos, de modo a fomentar a inclusão e a diversidade. Acredita-se que a linguagem e a ciência são agentes de socialização que podem reproduzir ou tentar contribuir para superar desigualdades estruturais da sociedade.

  1. O conteúdo publicado não deve afirmar ou aludir que uma pessoa é superior a outra em razão de idade, gênero, raça, etnia, nacionalidade, cultura, religião, orientação sexual, deficiência ou condição de saúde. Trata-se, inclusive, de imposição da Constituição brasileira de 1988 em seus princípios republicano e da igualdade.
  2. Deve-se ter cautela para evitar a reprodução de estereótipos e visões parciais da realidade, influenciadas por desigualdades estruturais da sociedade. Evitar termos com conotações negativas.
  3. Sugere-se a adoção de terminologia inclusiva de gênero, preferindo-se a utilização de termos neutros (ex. o juízo, em lugar de o juiz; a defesa técnica, em lugar de advogado; a pessoa acusada, em lugar de o acusado) ou de ambos os gêneros gramaticais (ex. o/a advogado/a; a advogada e o advogado).
  4. a) Deve-se ponderar a utilização de ambos os gêneros gramaticais com a objetividade e a inteligibilidade do texto, visto que o uso excessivo de tal opção pode eventualmente prejudicar a sua precisão.
  5. b) Também é possível suprimir o gênero gramatical, quando desnecessária a identificação (por ex. especialistas afirmam, em lugar de “os” especialistas afirmam); ou utilizar termos coletivos (ex. o corpo docente, em lugar de os docentes; a comunidade científica, em lugar de os cientistas).
  6. Evitar a qualificação de sujeitos, salvo quando estritamente necessário (ex. renomada professora, respeitado doutrinador, etc.). Deve-se evitar a qualificação de sujeitos por idade, gênero, raça, etnia, nacionalidade, cultura, religião, orientação sexual, deficiência ou condição de saúde, salvo se essa qualificação for indispensável para a compreensão e desenvolvimento da pesquisa.
  7. Padronizar o estilo de referência a autoras e autores. Se optar por nome e um sobrenome, adotar de modo paritário a todos os casos.

Recomenda-se consulta ao Manual de Linguagem Inclusiva do Senado brasileiroFRANCO, Paki Venegas; CERVERA, Julia Pérez. Manual para o uso não sexista da linguagem e Manual de Comunicação LGBTI+.

Em inglês, ver: Orientações Elsevier e Manual da ONU.

Em espanhol, ver: Manual da ONU e Orientações da Universidad de Valencia.

Em pesquisas empíricas, recomenda-se atenção às orientações do ‘Sex and Gender Equity in Research – SAGER – guidelines’

Sociologia do direito

Política padrão de seção

Diálogos com Norberto Bobbio

Abriga textos inéditos e traduções trabalhos de Norberto Bobbio para o português, bem como contribuições de reconhecidos conhecedores do pensamento bobbiano. 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.