Direita e esquerda, conceitos concretos ou abstratos? E seus procedimentos, encontram perspectivas na democracia contemporânea?

Visualizações: 44

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.8356409

Palavras-chave:

Direita, Esquerda, Democracia, Liberdade, Igualdade

Resumo

No presente artigo, apresenta-se uma pesquisa sobre a distinção entre, direita e esquerda, segundo o pensamento de Norberto Bobbio (1909-2004), filósofo do “moderantismo”. As reflexões têm como objetivo evidenciar tais conceitos a partir da crise das ideologias, no século XX, bem como seus procedimentos ao longo dos anos até a atualidade, referendada na temática: direita e esquerda, uma distinção política. Primeiramente, se evidenciará o advento dos termos direita e esquerda; em um segundo momento, a discussão irá focar em como ambos se desenvolveram no âmbito histórico político; e, finalmente, como identificar e distinguir os dois termos no campo da práxis política. A presente pesquisa se justifica face às novas fake news e os pensamentos hodiernos políticos extremados, de maneira que tais conceitos se desvinculam do seu caráter axiológico como proposição de resposta para diversos problemas sociais, transformando o âmbito político em uma disputa puramente maniqueísta, no qual somente há dois polos, um do bem e outro do mal. A pesquisa contou com o emprego do método qualitativo, focada na leitura crítica dos escritos de Bobbio, de igual forma, efetuou-se uma pesquisa e leitura de outros autores em vista de uma melhor compreensão do Autor em questão. Esta pesquisa conclui que a distinção entre a dicotomia direita e esquerda, dá-se a partir dos conceitos de igualdade e liberdade, não no sentido puro, mas na acepção política, ou seja, ações constitutivas atreladas às condições civis e políticas dos cidadãos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Keven Enzo Feitosa Ramos, Faculdade Católica de Anápolis

Graduado em Filosofia (Faculdade Católica de Anápolis – GO). E-mail: kevenfeitosa3@gmail.com

Referências

BÍBLIA. Mateus, 25, 32-33. Português. Novo Testamento. Tradução de Euclides Martins Balancin et al. São Paulo: Paulus, 2016.

BOBBIO, Norberto. A teoria das Formas de Governo. 10. ed. Tradução de Sérgio Bath. Brasília: UnB, 1997 apud TOSI, Giuseppe. 10 lições sobre Bobbio. Petrópolis: Vozes, 2016.

BOBBIO, Norberto. Direita e esquerda: razões e significados de uma distinção política. Tradução de Aurélio Nogueira. 3. ed. São Paulo: Unesp, 2011.

BOBBIO, Norberto. Entre duas repúblicas: Às origens da democracia italiana. Tradução de Mabel Malheiros Bellati. Brasília: UnB, 2001.

BOBBIO, Norberto. Estado, Governo e Sociedade. Tradução de Marco Aurélio Nogueira, São Paulo: Paz e Terra, 1986.

BOBBIO, Norberto. Liberalismo e democracia. Tradução de Marco Aurélio Nogueira. 3. ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 1990.

BOBBIO, Norberto. O futuro da Democracia. Tradução de Marco Aurélio Nogueira. 11. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2009.

BOBBIO, Norberto. Teoria Geral da Política. Tradução de Daniela Beccaccia Versiani, Rio de Janeiro: Campus, 2000.

BOBBIO, Norberto; MATTEUCCI, Nicola; PASQUINO, Gianfranco. Dicionário de política. Tradução de João Ferreira. 13. ed. Brasília: UnB, 2016.

BOVERO, Michelangelo. A democracia e seus desafios à luz do pensamento de Norberto Bobbio. BOVERO, Michelangelo. In: Para uma teoria neobobbiana da democracia. Tradução de Marcelo de Azevedo Granato, São Paulo: FGV Direito SP, p. 33-46, 2015. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/16766/Para-uma-teoria-neobobbiana-da-democracia.pdf.

BRANDÃO, Assis. Bobbio na história das idéias democráticas. Lua Nova, São Paulo, n.68, p. 123-145, 2006. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-64452006000300005.

BUSSI, Mario, (org.). Norberto Bobbio. Qual democracia? Tradução de Marcelo Perine. 3. ed. São Paulo: Edições Loyola, 2014.

MARCHI, Riccardo. Movimento Sociale Italiano, Alleanza Nazionale, Popolo delle Libertà: do neofascismo ao pós-fascismo em Itália. Analise Social: revista do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, Lisboa, v. 46, n. 201, p. 697-717, 2011. Disponível em: http://hdl.handle.net/10451/6510.

MELLO, Sérgio Cândido. Norberto Bobbio e o debate contemporâneo. São Paulo: Annablume, 2003.

PAPUZZI, Alberto, (org.). Norberto Bobbio. Autobiografia: Uma vida política. Tradução de Luiz Sérgio Henriques. São Paulo: Unesp, 2017.

SILVA FILHO, João Antonio da. A democracia e a democracia em Norberto Bobbio. São Paulo: Verbatim, 2014.

SILVA, Taíza Maria Alves da. Norberto Bobbio e a questão democrática: encruzilhadas e perspectivas. 2011. Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2011. Disponível em:

https://repositorio.ufpb.br/jspui/bitstream/tede/5594/1/arquivototal.pdf.

SILVA, W. A.; MORAES, R. A. de. Direita e esquerda no pensamento de Norberto Bobbio. Agenda Política, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 168–192, 2019. DOI: 10.31990/10.31990/agenda.ano.volume.numero. Disponível em: https://www.agendapolitica.ufscar.br/index.php/agendapolitica/article/view/239.

TOSI, Giuseppe. 10 lições sobre Bobbio. Petrópolis: Vozes, 2016.

Downloads

Publicado

19.09.2023

Como Citar

Feitosa Ramos, K. E. (2023). Direita e esquerda, conceitos concretos ou abstratos? E seus procedimentos, encontram perspectivas na democracia contemporânea?. Revista Bindi: Cultura, Democracia E Direito, 2(N. 2), 161–186. https://doi.org/10.5281/zenodo.8356409