A sociologia da arte de Nathalie Heinich

Visualizações: 38

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.8356424

Palavras-chave:

Sociologia da Arte, Nathalie Heinich, Ciências Sociais, Sociologia, Arte

Resumo

Este texto aborda o tratamento conferido à especialização da Sociologia da Arte enquanto ramo específico do conhecimento das Ciências Sociais explorado por Nathalie Heinich em sua obra denominada Sociologia da Arte. Apresenta-se em formato de resenha crítica, apontando os principais pontos abordados na obra referenciada, situando o autor das peculiaridades em relação aos avanços para a delimitação da disciplina. Conclui-se que Nathalie Heinich inaugura uma nova etapa para o avanço da Sociologia da Arte, à medida em que supera a atuação sociológica baseada na crítica e propõe que os sociólogos da arte procedam à pesquisa das regularidades que governam a multiplicação das ações, dos objetos, dos autores, das instituições, das representações, compondo a existência coletiva dos fenômenos compreendidos pelo termo “arte”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dra. Raíssa Moreira Lima Mendes Musarra, Universidade Federal do Pará - UFPA - Belém/PA

Raíssa Moreira Lima Mendes Musarra é Pós-doutora pelo Programa de Pós Graduação em Ciência Ambiental (PROCAM), vinculado ao Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (IEE/USP), na linha Governança, Impacto e Modelagem Socioambiental. É Mestre em Ciências Sociais (Sociologia e Antropologia) pelo Programa de Pós-Graduação de Ciências Sociais PPGCSoc-UFMA (2011) e Doutora em Ciências Sociais - Sociologia pelo programa de Ciências Sociais da Universidade Federal do Pará - PPGCS-UFPA com estágio doutoral na Universidade de Paris, Villetaneuse - Paris XIII no Departamento "Sociologie/Droit". Gestora de projetos e pesquisadora do Instituto Norberto Bobbio e pesquisadora do Programa de Aperfeiçoamento Docente da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Advogada, atuou como Pesquisadora da Escola Superior de Advocacia da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional São Paulo (ESAOAB/SP, entre 2020 e 2022). Pós-graduada em Direito Público com Mestrado em andamento no núcleo de Filosofia do Direito na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP. Desenvolve pesquisas sobre Ação Pública (Políticas Públicas), Tecnologias de Mitigação de Mudanças Climáticas, Transição Energética, Participação Pública e Meio Ambiente (Meio Ambiente Natural, Construído, Cultural e do Trabalho), Justiça Ambiental, Climática e da Energia e em Sociologia das Profissões, Sociologia do Direito e Métodos Empíricos em Pesquisas no Direito. Lattes CV: http://lattes.cnpq.br/0160463295876636 

 

Referências

ADORNO, T. W.; HORKHEIMER, M. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1985.

GIDDENS, Anthony. Sociologia. Tradução de Alexandra Figueiredo Ana Patrícia DuarteBaltazar Catarina Lorga da Silva Patrícia Matos Vasco Gil. Lisboa: Fundação CalousteGulbenkian, 2001

HEINICH, Nathalie. A Sociologia da arte. Tradução de Maria Ângela Caselatto e revisão técnica de Augusto Capella, Bauru, SP: Edusc, 2008.

HEINICH, N. A sociologia de Norbert Elias. São Paulo: EDUSC, 2001.

WEBER, MAX. Economia e sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva / Max Weber; tradução de Regis Barbosa e Karen Elsabe Barbosa; Revisão técnica de Gabriel Cohn - Brasília, DF : Editora Universidade de Brasília: São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 1999.

Downloads

Publicado

19.09.2023

Como Citar

Lima Mendes Musarra, D. R. M. (2023). A sociologia da arte de Nathalie Heinich. Revista Bindi: Cultura, Democracia E Direito, 2(N. 2), 187–196. https://doi.org/10.5281/zenodo.8356424